Visita

Senado aprova auxílio de R$ 125 bilhões para estados e municípios

Casada precisa 64277

Ao acessar este site você concorda com nossos Termos de uso e política de privacidade. Web Artigos. Publique seu artigo Autores Contato. Esqueceu a senha? Criar conta e publicar artigo! Palavras - chave: Comunidade- Brasília Legal- Etnografia. EmPedro Teixeira retorna ao rio Tapajós, seguido dos Jesuítas.

Selecione o seu idioma

Esse povo indígena é pertencente à parentela lingüística Munduruku, do tronco Tupi. Na aldeia Sai Cinza, aldeias dos rios Cururu, Kabitutu e outros afluentes do Tapajós, as crianças, mulheres e idosos falam na maioria das vezes unicamente a língua materna. Os Munduruku têm como seu território mais tradicional os campos interiores do alto Tapajós. No mito de origem, Karosakaybo criou os Munduruku na aldeia Wakopadi, situada nos campos centrais, próxima às cabeceiras do rio Krepori, local hoje situado nas proximidades do limite leste da terra demarcada em Os Munduruku dominaram bélica e culturalmente o Vale do Tapajós desde o final do séc. Isso ocasionou algumas mudanças no papel de provedor e na fonte de renda dentro das famílias. As mulheres, essencialmente as jovens, apanham urucu ou a seiva em forma de goma branca de um arbusto chamado sorva, e passam a perseguir os homens com a finalidade de passar estes produtos no rosto e nos cabelos dos mesmos; estes fogem e configura-se um jogo por toda a aldeia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.