Mistura

QUESTÃO DE GÊNERO NA ESCOLA E A INFLUÊNCIA DA SOCIEDADE

Mecanismo de pesquisa sexual 23161

A pergunta é: qual é o seu gênero? O mais comum é que existam duas alternativas para você assinalar: masculino ou feminino. Sob esse ponto de vista, o ser humano nasce dotado de determinadas características biológicas que o enquadra como um indivíduo do sexo masculino ou feminino.

Serviços Personalizados

A sociedade determina estereótipos de gênero e a criança é fruto desse método. A escola é uma das esferas sociais por onde transitam conceitos, valores, crenças, relações, etc. Desde tenra idade os indivíduos estabelecem relações sociais entre seus pares. É por meio dos princípios adultos que as crianças fazem as suas escolhas, como um amiguinho com quem vai brincar, por lição, porque se identificam mais com leste do que com aquele. No entrementes, a escola continua desprezando comportamentos destoantes relacionados ao gênero. Realizamos uma pesquisa de campo utilizando a entrevista, com perguntas diretas sobre o tema abordado, como instrumento de pesquisa. Palavras-Chave: Natureza. This research verged on Gender Equality at school and was focused at discussing this main topic in the education institution and in the society. Gender stereotypes are determined by society and the child is the fruit of this environment.

Mulher, corpo e subjetividade: uma análise desde o patriarcado à contemporaneidade

Leste dia foi o primeiro de um ano que acabara de se introduzir, e retomava os anseios que antigos encontros haviam planejado. Realmente esta perda de apoios e de firmezas, junto com o fato de nos obrigarmos a viver em ritmo trepidante, produz este fenômeno. Mas, situados numa perspectiva personalista, pressentimos que o fenômeno corresponde a algo muito mais radical. A pessoa é aquele ser que tem que fazer a sua própria viver, sendo uma tarefa para si próprio. Na sua plenitude reside a sua felicidade. Com quê? Por isto o homem é um ser moral: porque tem de se apropriar de possibilidades reais para se realizar. Deixa assim de se apropriar de possibilidades das quais poderia ou deveria se apropriar, de modo que vai se esvaziando, empobrecendo, desintegrando, desvinculando-se da sua realidade, e perdendo criatividade. Receber e trabalhar próprias as possibilidades que me oferecem como dom que permite minha plenitude, é o caminho da alegria.

Leave a Reply

Your email address will not be published.