Encontros

Festival du cinéma

Plano culturel 31848

Marie-Françoise Pungier Comment l approche neurolinguistique intensifie la motivation de l apprenant dans l acquisition d une langue étrangère? Several scientific works have focused on the role played by emotional indicators in learning; the use of an additional language always involves the management of the emotions of otherness within the student's self. Hence, our current pedagogical paradigm must now integrate an affective dimension as an object of reflection in the methodology of foreign language teaching. Teaching-learning in the 21 st century demands that we consider the variable emotion whether mediated by software, learning platforms, social networks, the various information and communication technologies ICT or in classroom work. This being the case, we should urgently reflect on didactic approaches that articulate cognitive and emotional variables; which, of course, takes us far beyond the task.

Education: important or priority? A compilation - unesdoc

Isto deve acontecer com a agravante de uma enorme urgência. Assim, após nos debruçarmos sobre a consciência de turma, tratemos agora de uma categoria vizinha, que traz consigo o complicador de ser um dos termos mais polissêmicos das ciências sociais: ideologia. Algumas décadas depois, adquiriu, com Marx e Engels, um novo sentido, claramente negativo. Cá, é importante fazer alguns esclarecimentos. De capital! A esperança de Rosa Luxemburgo de que essa consciência emergiria quase que espontaneamente das massas, no derivar da própria luta, mostrou-se igualmente irrealista. E aí o papel das comunicações se mostra sob uma nova luz. Mas todo defeito é destinado a ser corrigido.

Junho – Página: 2 – Revista Z Cultural

Exatamente cinema Katia Maciel O que da forma cinema permanece? No escuro das salas dos museus e galerias as projeções de imagens se movem e se espacializam, gerando outras relações entre o espaço e o tempo na experiência do espectador. Raymond Bellour discute em seus ensaios a maneira único como os artistas David Claerbout, James Coleman, Thierry Kuntzel e Chris Marker inventam novos ângulos, novos movimentos, novas palavras, novas maneiras de ver o cinema. Arlindo traça também um fio contínuo de Gene Youngblood a Raymond Bellour, do conceito de cinema expandido ao entre-imagens, como modo de pensar o pensamento das imagens contemporâneas. Quanto teorizar esse momento de passagem? Nash comenta, baseado em sua experiência curatorial, aspectos do realismo na videoarte hoje, problematizando a história do cinema experimental e do cinema.

Leave a Reply

Your email address will not be published.