Encontros

O que leva uma mulher a ser a amante?

Casal procura moça casada 15168

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos. Mas o que as amantes teriam em comum? Quais suas motivações? Ser amante implica levar uma vida complexa, bem como ter um futuro incerto. Os triângulos amorosos mais comuns costumam se conformar entre um homem casado e uma mulher solteira. Isso quando a verdade é dita logo de cara. E aí começa o sofrimento. Sua autoestima acaba abalada, ainda mais quando se vê obrigada a enfrentar os julgamentos dos demais. Segundo diversos estudos sobre fidelidade, a amante costuma ser uma conhecida do trabalho.

Os motivos da amante

Nome, Thinkstock. Leia mais: Como o Facebook adotou ícones menos 'machistas'. O chamado abuso financeiro pode incluir muitas outras condutas opressivas: seu cônjuge gasta o dinheiro ganho pelo casal, pede empréstimos em seu nome ou deixa para você a responsabilidade do pagamento de serviços como eletricidade e telefone — ou ainda vigia cada centavo que você gasta. Fim do Talvez também te interesse.

Notícias relacionadas

Esposar e viver a rotina de um casamento implica em uma série de responsabilidades. As vezes atitudes desse tipo podem parecer pequenas e aparentemente insignificantes. Outro exemplo desse tipo de traição no casamento pode ser algo exatamente mais sério, como ocultar por muito tempo uma dívida gigantesca que compromete as finanças e o futuro financial da família. Outros exemplos, como a mulher que compra um sapato fechado ou o marido que utiliza peça das reservas do casal para comprar um novo equipamento eletrônico, podem ter um impacto financeiramente pequeno num primo momento, mas comprometem significativamente a crédito do casal. Como resultado, as mulheres normalmente identificam e controlam melhor suas emoções, enquanto os homens conseguem ser mais focados em suas tarefas. Dessa forma, existe uma diferença entre alguns tipos de comportamentos entre homens e mulheres. Saiba mais: O que é autossabotagem financeira? A infidelidade financeirapor sua vez, é a causa de brigas e estresses que poderiam ser facilmente resolvidos com um pouco de esforço dos cônjuges ou companheiros. Além disso, é fundamental que o casal realize seu controle financeiro pessoal e que os cônjuges tracem os objetivos que desejam atingir de forma conjunta.

Antes do divórcio

O divórcio põe fim ao casamento. Se decidir que o seu casamento deixou de fazer sentido, pode pedir o divórcio. Deixam também de ter os deveres de viver juntas e de contribuir para a vida em universal. Se preferirem, podem fazer a partilha depois. O divórcio sem consentimento de um dos cônjuges é pedido no tribunal pela pessoa que se quer divorciar. Este processo vem substituir o antigo divórcio litigioso. Esta tentativa é obrigatória. No entanto, a pessoa que durante o casamento tiver contribuído financeiramente muito mais do que lhe idade devido pode exigir ser compensada por isso na altura da partilha dos bens.

Leave a Reply

Your email address will not be published.