Admiradores

Quanto custa uma barriga de aluguel?

Homens solteiros casal 21807

Mas brasileiros podem contratar mulheres para gerarem seus filhos em outros países. Emquando o fundador da companhia Doron Mamet Meged decidiu ter filhos com o parceiro, eles tiveram de viajar de um país para o outro e resolver toda a papelada por conta própria. Perceberam, assim, uma lacuna no mercado e fundaram uma empresa que oferece esse tipo de assessoria internacional. As restrições conservadoras acabam limitando as opções e encarecendo a média de preço do serviço. Recentemente, a Colômbia regulamentou o segmento. Com um mês e meio de vida, veio para o Brasil morar com a família. Da entrada nos papéis até o nascimento, o processo levou um ano e dois meses para ser concluído. Cobrar por isso é crime no país. Mas aí vai de caso a caso.

Casais do mesmo sexo chegam a pagar o dobro pelo serviço para ter filhos biológicos

Uma delas é a barriga de arrendamento. Segundo a empresa Tammuz, que agencia casais que buscam a barriga de aluguel em outros países, desde foram 30 bebês de pais brasileiros nascidos pelo método. O ginecologista Sandro Sabino explica o método.

Os novos destinos para o aluguel de barrigas

Pois saiba que 30 desses bebês foram destinados a casais brasileiros. Mas a gente sabe que o assunto exatamente é um tanto abstrato por cá. Como surgiu a Tammuz? Doron e seu marido sempre tiveram o sonho de construir uma família. Para isso, viajaram para os Estados Unidos e deram início ao processo que traria a primeira filha do casal. Na época, eles fizeram tudo sozinhos. Foi o conjunto de muita coragem e um grande sonho. Quando você conheceu a Tammuz? O Saar e a Rotem.

Sonho de ser pai levou Miguel a contratar barriga de aluguer ilegal por 20 mil euros

Mas nem imaginava naquela época que um dia isso iria acontecer comigo, porque o processo é praticamente o próprio. Bruna Alves, inclusive, conta que quando a empresa chegou ao país, o foco inicial eram casais homossexuais. Geralmente eles têm a família dando muito apoio. A doadora eu tenho fotografia e ela escreveu que se um dia a criança quisesse conhecê-la, poderia. Mas vai da vontade dele. Entrevista com Bruna Alves, gerente da Tammuz Brasil.

Leave a Reply

Your email address will not be published.